segunda-feira, 26 de outubro de 2009

ALGUMAS REGRAS DO FUTEBOL


O EQUIPAMENTO DOS JOGADORES (VESTIMENTAS)

Segurança
- Os jogadores não utilizarão nenhum equipamento nem levarão nenhum objeto que seja perigoso para eles mesmos ou para os demais jogadores (incluindo qualquer tipo de jóias).

Equipamento básico
- O equipamento básico e um jogador será:
- um jérsei ou camiseta
- calções - caso usem calções térmicos, estes deverão Ter a cor principal dos calções do uniforme
- meias
- caneleiras
- calçado

Caneleira
- deverão estar abertas e cobertas completamente pelas meias
- deverão ser de um material apropriado (borracha, plástico ou material similar)
- deverão proporcionar um grau razoável e proteção

Goleiros
- cada goleiro vestirá cores que o diferenciem dos demais jogadores, do árbitro e dos árbitros assistentes.

OS ÁRBITROS ASSISTENTES

Deveres
- Serão designados dois (02) árbitros assistentes que terão, sem prejuízo do que decida o árbitro, a missão de indicar:
- Se a bola tenha ultrapassado em sua totalidade os limites de campo
- A que equipe corresponde efetuar os tiros e canto, de meta ou o arremesso lateral
- Quando se deverá sancionar a um jogador por ele estar em posição e impedimento
- Quando se solicita uma substituição quando ocorre alguma falta ou outro incidente fora do campo visual do árbitro

Assistência
- Os árbitros assistentes ajudarão igualmente o árbitro a dirigir o jogo conforme as Regras.
- Em caso de intervenção indevida ou conduta incorreta e um árbitro assistente, o árbitro prescindirá de seus serviços e elaborará um informe para as autoridades pertinentes.

A DURAÇÃO DA PARTIDA

Tempo de jogo
- A partida durará dois tempos iguais de 45 minutos cada um, salvo que por mútuo acordo entre o árbitro e as duas equipes participantes decidam outra coisa. Todo acordo e alterar o tempo e jogo (por exemplo, reduzir cada tempo a 40 minutos devido a insuficiência de luz) deverá ser tomado antes do início da partia e em conformidade com o regulamento da competição.

Intervalo o meio tempo
- Os jogadores tem direito a um intervalo no meio do tempo.
- O descanso do meio tempo não deverá exceder de 15 minutos.
- O regulamento a competição deverá estipular claramente a duração do descanso do meio tempo.
- A duração do descanso do meio tempo poderá alterar-se unicamente com consentimento do árbitro.

Recuperação do tempo perdido
- Cada período deverá prolongar-se para recuperar todo o tempo perdido por:
- substituições
- avaliação da lesão de jogadores
- transporte do jogadores lesionados para fora o campo e jogo para serem atendidos
- perda de tempo
- qualquer outro motivo
- A recuperação do tempo perdido ficará a cargo do árbitro.

Tiro penal
- No caso em que se tenha que lançar ou repetir um tiro penal, se prorrogará o período em questão até que se tenha consumado o tiro penal.

Tempo suplementar
- O regulamento de uma competição poderá prever dois tempos suplementares iguais. Se aplicarão o estipulado na Regra 8.

Partida suspensa
- Voltar-se-á a jogar toda partida suspensa definitivamente, a menos que o regulamento estipule outro procedimento.

Tiro inicial

- O tiro inicial é uma forma de iniciar ou reiniciar o jogo:
- no começo da partida
- depois de ter marcado um gol
- no começo do segundo tempo da partida
- no começo e cada tempo suplementar, quando for o caso
- Se poderá conceder um gol diretamente de um tiro inicial.

Procedimentos
- Todos os jogadores deverão encontrar-se em seu próprio campo.
- Os jogadores da equipe contrária aquela que efetuará o tiro inicial deverão encontrar-se no mínimo a 9,15 m a bola até que esta seja jogada.
- A bola se encontrará imóvel no ponto central.
- O árbitro dará o sinal.
- A bola entrará em jogo no momento em que seja chutada e se mova até adiante.
- O executor do tiro não poderá tocar a bola pela segunda vez antes de que seja jogada por outro jogador.
- Depois que uma equipe marque um gol, a equipe contrária efetuará o tiro inicial.

O IMPEDIMENTO

Posição de impedimento
- O fato de estar em uma posição de impedimento não constitui um infração em si.
- Um jogador estará em posição de impedimento se:
- se encontra mais próximo a linha de meta contrária que a bola e o penúltimo adversário
- Um jogador não estará em posição e impedimento se:
- se encontra em sua própria metade de campo ou
- está na mesma linha que o penúltimo adversário ou
- está na mesma linha que os dois últimos adversários

Infração
- Um jogador em posição de impedimento será sancionado somente se no momento em que a bola toca ou é jogada por um de seus companheiros, se encontra, na opinião do árbitro implicado no jogo ativo:
- interferindo no jogo ou
- interferindo a um adversário ou
- ganhando vantagem dessa posição

Não é infração
- Não existirá infração por impedimento se o jogador receber a bola diretamente de:
- um tiro de meta ou
- um arremesso lateral ou
- uma cobrança e tiro de canto

O ARREMESSO LATERAL

- O arremesso lateral é uma forma de reiniciar o jogo
- Não se poderá consignar um gol diretamente de um arremesso lateral.

Será concedido arremesso lateral:
- quando a bola tiver ultrapassado em sua totalidade a linha lateral, seja por terra ou pelo ar;
- desde o ponto por onde ultrapassou a linha lateral;
- aos adversários o jogador que tocou por último a bola.

Procedimento
- No momento de lançar a bola, o executor deverá:
- estar de frente para o campo de jogo;
- ter uma parte de ambos os pés sobre a linha lateral ou no exterior da mesma;
- lançar a bola desde de trás e por cima da cabeça.
- O executor do arremesso lateral não poderá voltar a jogar a bola até que esta não tenha tocado a outro jogador.
- A bola estará em jogo tão logo tenha entrado no campo de jogo.

O TIRO DE CANTO OU ESCANTEIO

- O tiro de canto é uma forma e reiniciar o jogo.
- Se poderá anotar um gol diretamente de um tiro de canto, porém somente contra a equipe contrária.

Será concedido um tiro e canto quando:
- a bola tiver ultrapassado na sua totalidade a linha de meta, seja por terra ou pelo ar, depois de haver tocado por último a um jogador da equipe defensora, e não tenha sido marcado um gol conforme a Regra 10

Procedimento
- a bola será colocada no interior do quadrante da bandeirinha de córner que estiver mais próxima
- não se deverá tirar a bandeirinha do córner
- os adversários deverão permanecer a um mínimo de 9,15 m da bola até que esta esteja em jogo
- a bola será lançada por um jogador da equipe atacante
- a bola estará em jogo no momento em que é chutada e se põe em movimento
- executor do tiro não deverá jogar a bola pela Segunda vez até que esta não tenha tocado a outro jogador

Introdução

O futebol é um dos esportes mais populares no mundo. Praticado em centenas de países, este esporte desperta tanto interesse em função de sua forma de disputa atraente.

Origem do futebol

Embora não se tenha muita certeza sobre os primórdios do futebol, historiadores descobriram vestígios dos jogos de bola em várias culturas antigas. Estes jogos de bola ainda não eram o futebol, pois não havia a definição de regras como há hoje, porém demonstram o interesse do homem por este tipo de esporte desde os tempos antigos.

O futebol tornou-se tão popular graças a seu jeito simples de jogar. Basta uma bola, equipes de jogadores e as traves, para que, em qualquer espaço, crianças e adultos possam se divertir com o futebol. Na rua, na escola, no clube, no campinho do bairro ou até mesmo no quintal de casa, desde cedo jovens de vários cantos do mundo começam a praticar o futebol.

pai do futebol no Brasil O inglês Charles Miller : pai do futebol no Brasil
História do Futebol : origens

Origens do futebol na China Antiga

Na China Antiga, por volta de 3000 a.C, os militares chineses praticavam um jogo que na verdade era um treino militar. Após as guerras, formavam equipes para chutar a cabeça dos soldados inimigos. Com o tempo, as cabeças dos inimigos foram sendo substituídas por bolas de couro revestidas com cabelo. Formavam-se duas equipes com oito jogadores e o objetivo era passar a bola de pé em pé sem deixar cair no chão, levando-a para dentro de duas estacas fincadas no campo. Estas estacas eram ligadas por um fio de cera.

Origens do futebol no Japão Antigo


No Japão Antigo, foi criado um esporte muito parecido com o futebol atual, porém se chamava Kemari. Praticado por integrantes da corte do imperador japonês, o kemari acontecia num campo de aproximadamente 200 metros quadrados. A bola era feita de fibras de bambu e entre as regras, o contato físico era proibido entre os 16 jogadores (8 para cada equipe). Historiadores do futebol encontraram relatos que confirmam o acontecimento de jogos entre equipes chinesas e japonesas na antiguidade.

Origens do futebol na Grécia e Roma


Os gregos criaram um jogo por volta do século I a.C que se chamava Episkiros. Neste jogo, soldados gregos dividiam-se em duas equipes de nove jogadores cada e jogavam num terreno de formato retangular. Na cidade grega de Esparta, os jogadores, também militares, usavam uma bola feita de bexiga de boi cheia de areia ou terra. O campo onde se realizavam as partidas, em Esparta, eram bem grandes, pois as equipes eram formadas por quinze jogadores.Quando os romanos dominaram a Grécia, entraram em contato com a cultura grega e acabaram assimilando o Episkiros, porém o jogo tomou uma conotação muito mais violenta.

O futebol na Idade Média

Há relatos de um esporte muito parecido com o futebol, embora usava-se muito a violência. O Soule ou Harpastum era praticado na Idade Média por militares que dividiam-se em duas equipes : atacantes e defensores. Era permitido usar socos, pontapés, rasteiras e outros golpes violentos. Há relatos que mostram a morte de alguns jogadores durante a partida. Cada equipe era formada por 27 jogadores, onde grupos tinham funções diferentes no time: corredores, dianteiros, sacadores e guarda-redes.

Na Itália Medieval apareceu um jogo denominado gioco del calcio. Era praticado em praças e os 27 jogadores de cada equipe deveriam levar a bola até os dois postes que ficavam nos dois cantos extremos da praça. A violência era muito comum, pois os participantes levavam para campo seus problemas causados, principalmente por questões sociais típicas da época medieval.

O barulho, a desorganização e a violência eram tão grandes que o rei Eduardo II teve que decretar uma lei proibindo a prática do jogo, condenando a prisão os praticantes. Porém, o jogo não terminou, pois integrantes da nobreza criaram um nova versão dele com regras que não permitiam a violência. Nesta nova versão, cerca de doze juízes deveriam fazer cumprir as regras do jogo.

O futebol chega à Inglaterra

Pesquisadores concluíram que o gioco de calcio saiu da Itália e chegou a Inglaterra por volta do século XVII. Na Inglaterra, o jogo ganhou regras diferentes e foi organizado e sistematizado. O campo deveria medir 120 por 180 metros e nas duas pontas seriam instalados dois arcos retangulares chamados de gol. A bola era de couro e enchida com ar. Com regras claras e objetivas, o futebol começou a ser praticado por estudantes e filhos da nobreza inglesa. Aos poucos foi se popularizando. No ano de 1848, numa conferência em Cambridge, estabeleceu-se um único código de regras para o futebol. No ano de 1871 foi criada a figura do guarda-redes (goleiro) que seria o único que poderia colocar as mãos na bola e deveria ficar próximo ao gol para evitar a entrada da bola. Em 1875, foi estabelecida a regra do tempo de 90 minutos e em 1891 foi estabelecido o pênalti, para punir a falta dentro da área. Somente em 1907 foi estabelecida a regra do impedimento.

O profissionalismo no futebol foi iniciado somente em 1885 e no ano seguinte seria criada, na Inglaterra, a International Board, entidade cujo objetivo principal era estabelecer e mudar as regras do futebol quando necessário.
No ano de 1897, uma equipe de futebol inglesa chamada Corinthians fez uma excursão fora da Europa, contribuindo para difundir o futebol em diversas partes do mundo.
Em 1888, foi fundada a Football League com o objetivo de organizar torneios e campeonatos internacionais.

No ano de 1904, foi criada a FIFA ( Federação Internacional de Futebol Association ) que organiza até hoje o futebol em todo mundo. É a FIFA que organiza os grandes campeonatos de seleções ( Copa do Mundo ) de quatro em quatro anos. Em 2006, aconteceu a Copa do Mundo da Alemanha, que teve a Itália como campeã e a França como vice.A FIFA também organiza campeonatos de clubes como, por exemplo, a Copa Libertadores da América, Copa da UEFA, Liga dos Campeões da Europa, Copa Sul-Americana, entre outros.

História do Futebol no Brasil

Nascido no bairro paulistano do Brás, Charles Miller viajou para Inglaterra aos nove anos de idade para estudar. Lá tomou contato com o futebol e, ao retornar ao Brasil em 1894, trouxe na bagagem a primeira bola de futebol e um conjunto de regras. Podemos considerar Charles Miller como sendo o precursor do futebol no Brasil.
O primeiro jogo de futebol no Brasil foi realizados em 15 de abril de 1895 entre funcionários de empresas inglesas que atuavam em São Paulo. Os funcionários também eram de origem inglesa. Este jogo foi entre FUNCIONÁRIOS DA COMPANHIA DE GÁS X CIA. FERROVIARIA SÃO PAULO RAILWAY.

O primeiro time a se formar no Brasil foi o SÃO PAULO ATHLETIC, fundado em 13 de maio de 1888. No início, o futebol era praticado apenas por pessoas da elite, sendo vedada a participação de negros em times de futebol.
Em 1950, a Copa do Mundo foi realizada no Brasil, sendo que a seleção brasileira perdeu o título, em pleno Maracanã, para a seleção Uruguaia (Uruguai 2 x Brasil 1). Em 2014, a Copa do Mundo de Futebol será realizada novamente no Brasil.

Você sabia?

- Comemora-se em 19 de julho o Dia do Futebol.