domingo, 27 de julho de 2014

FUNDAMENTOS E NOVA QUADRA DE BASQUETE


FUNDAMENTOS DO BASQUETE
Quais os principais fundamentos do basquete?
Os principais são: passe, drible, arremesso, lance-livre e rebote.
 
PASSE
•Passe de peito - Trazendo já bola junto ao peito, com o peso do corpo na perna coordenando movimento dos braços com os pulso, a bola à frente do corpo, lançá-la com as mãos na direção do movimento.
•Passe picado - É idêntico ao passe de peito, com a diferença de que a bola toque no chão antes de chegar às mãos do jogador que vai recebê-la. 
Passe por cima da cabeça - Elevando a bola acima da cabeça com ambos os braços, lançá-la com um forte movimento dos pulsos, sem baixar os braços.
•Passe de gancho - A bola é segura pela mão que vai lançá-la bem junto ao punho, dedos espalhados na bola. Com um passo atrás ou para o lado, dar um solto com um giro no ar simultâneo ao lançamento da bola através de um movimento circundante do braço.
•Passe de ombro - A bola é segura com ambas as mãos, com os dedos apontados para cima. Os cotovelos devem ser flexionados, a bola se manterá junto ao corpo com o ombro alto e a execução do passe deverá ser feita pela extensão do braço, cotovelo e punho.

DRIBLE
•Corpo abaixado, cabeça elevada, joelhos flexionadas, impulsionar a bola com a flexão do pulso.

ARREMESSO
•Bandeja - É um arremesso em movimento que pode ser feito com passe ou driblando. Em ambos, o jogador tem direito a dois tempos rítmicos, ou seja, ao receber a bola ou interromper o drible o jogador define o pé de apoio (1º tempo rítmico), tendo direito ao segundo tempo rítmico com mais um passo. No entanto, a bola deverá ser lançada à cesta antes que o jogador toque o solo.
•Com uma das mãos - Partindo da posição fundamental, com o peso do corpo na perna da frente, bola na altura do peito, o jogador flexionará as pernas simultaneamente à elevação da bola acima da cabeça. O arremesso termina com a extensão completa do braço, pulso flexionado e com o último contato da bola através das pontas dos três dedos médios da mão.
•Jump, com drible e parada - Driblando em direção à cesta, parando numa posição de equilíbrio, flexionara as pernas, saltar elevando a bola acima e à frente da cabeça com ambas as mãos, executar o arremesso apenas com uma das mãos.
•Gancho - O jogador de posse da bola, dribla em direção à cesta mantendo seu corpo entre a bola e o adversário. Para, olha para a cesta, salta girando o corpo no ar com o lançamento da bola em movimento circundante do braço, caindo de frente para a cesta.

LANCE-LIVRE
•É igual ao arremesso com uma das mãos, efetuado da linha do lance-livre, sem marcação e tendo cinco segundos para a execução. É importante que o jogador mantenha o peso do corpo na perna da frente, concentre-se e bloqueie a respiração antes do arremesso.

REBOTE
•Partindo da posição de guarda, o jogador da defesa procura através de um trabalho de pernas evitar que o adversário tome a sua frente para o rebote. É importante, durante o lançamento da bola, que o defensor não olhe para a trajetória da bola, e sim o jogador que esteja marcando. 1º caso: Quando o adversário correr
para o rebote pelo lado da perna de trás do defensor, basta a este fazer o giro na perna de trás. 2º caso Quando movimento para a cesta for feito pelo lado da perna da frente, o defensor efetuará dois movimentos de giro. O primeiro pela perda frente e o segundo igual ao primeiro caso. 

MUDANÇAS NA QUADRA DE BASQUETEBOL

Atenção de acordo com  Federação Internacional de Basquete – FIBA  as novas medidas do garrafão e linha dos três pontos entra em vigor no mês de outubro do ano em curso. O formato do garrafão, (será retangular com 4,90 m de largura) e a distância da linha dos três pontos (será ampliada para 6,75m aumentando em meio metro a sua distância do aro). Esta postagem e para quem esta reformando ou pintando quadra esportivas que tem a marcação da modalidade basquete já possam fazer as alterações necessárias.

Veja agora as principais alterações:
A Fiba alterou várias regras no sentido de deixar o esporte ao redor do mundo mais parecido com a forma como é disputada na principal liga profissional dos EUA 
Pelo menos as regras de 2 a 5 já são praticadas na NBA
1) A linha de três pontos foi recuada em 0,5 para 6,75 m (na NBA, a distância é variável, sendo o mínimo 6,75 m e o máximo 7,25 m).
2) O garrafão perdeu sua forma de trapézio e se tornou retangular
3) Foi criado um semicírculo a cerca de meio metro antes de cada aro, que definie uma região na qual não há falta de ataque.
4) Deslizar no chão com a bola não é mais falta.
5) Não será permitido uso de outra camiseta por baixo da camiseta de jogo.
6) Falta por trás ou pelo lado quando não há mais nenhum oponente entre o atacante e a cesta é falta antidesportiva.
As regras de 4 a 6 entrarão em vigor em outubro. As regras de 1 a 3 entrarão em vigor em 2010 para jogos internacionais. Para os jogos internos, o prazo de adaptação vai até 2012.
Como vai ser difícil ter duas pinturas para cada quadra, ou quadras diferentes para o mesmo torneio, a previsão é que todas as quadras sejam repintadas em 2010.
A justificativa esportiva da medida é incentivar o basquete ofensivo, as ações no garrafão e reduzir as cestas de três pontos. Os críticos das medidas dizem que o efeito pode ser justamente o contrário – jogadores com maior preocupação defensiva e maior congestionamento no garrafão.
Mas, com as mudanças aumentam as chances de se concretizarem os objetivos comerciais das decisões: facilitar a adaptação dos jogadores que migram para e da NBA e principalmente fazer sair do papel a sonhada liga mundial de basquete.

NOVAS ABORDAGENS
Art. 2.2.3 Linha de lance livre e áreas restritivas

As modificações abaixo entrarão em vigor em 1º de outubro de 2010 para competições internacionais de alto nível, sendo postergadas para 1º de outubro de 2012 para as competições nacionais.

As áreas restritivas serão retângulos desenhados na quadra de jogo
Art. 2.2.4 Área de arremesso de três pontos
A nova distancia da linha de três pontos será de 6,75m.
Art. 2.2.6 Linha de reposição de bola
Duas pequenas linhas de reposição de bola deverão ser marcadas em cada lado da quadra em perpendicular à linha lateral no lado oposto das áreas dos bancos de reservas distando 8,325m da linha final. Nestas linhas deverão ser feitas as reposições no caso da equipe ter pedido tempo e ter direito a posse de bola nos dois minutos finais da partida e dos tempos extras. A reposição não será mais feita no centro da quadra.
Art. 2.2.7 Semicírculo de falta de ataque
A uma distancia de 1,25m da projeção do centro da cesta deverá ser marcado em cada lado da quadra de jogo o semicírculo de falta de ataque. Não deverá ser anotada falta ataque sobre um defensor posicionado dentro do semicírculo de falta de ataque.
Art. 29 Regra dos 24 segundos
Permanecem as mesmas decisões anteriores exceto no caso restarem menos de 13 segundos de posse de bola. Neste caso, o cronômetro será ressetado para 14 segundos. Quando restarem mais de 14 segundos, o cronômetro não deve ser ressetado. Veja na fig. abaixo as principais alterações.


Principais alterações na regras do jogo de basquete:

Art. 2.2.3 - Linhas de lance-livre e áreas restritivas:

As áreas restritivas serão áreas retangulares marcadas na quadra de jogo.
A área restritiva (três segundos) deverá ser um retângulo (não mais um trapézio).

Art. 2.2.4 - Área de cesta de três pontos:

A distância da linha de três pontos será de 6,75m (e não mais de 6,25m)

Art. 2.2.6 - Linhas para reposição na lateral:

As duas pequenas linhas deverão ser marcadas na margem externa da quadra, no lado oposto ao da mesa de controle e das áreas de banco, com sua margem mais distante afastada 8,325m da margem interna da linha final; ou seja, alinhada ao topo da linha de três pontos.

Durante os últimos dois minutos da partida e dos períodos extras, seguindo um tempo debitado concedido para o time que tenha o direito a uma reposição de bola na sua quadra de defesa, o arremesso de fora para dentro subsequente será dado do lado oposto ao da mesa de controle, da “linha de reposição” e não mais da linha central estendida.

Art. 2.2.7 - Semicírculos nos quais não serão consideradas/marcadas cargas ofensivas:

Os semicírculos nos quais não serão consideradas as cargas ofensivas deverão ser marcados na quadra de jogo com a margem interna deles estando a 1,25m do ponto central da cesta (em projeção no piso).

Uma falta ofensiva (carregar) nunca deverá ser marcada caso o contato do atacante ocorra com um defensor que esteja dentro do semicírculo.